loading please wait..

Gravando seus Códigos

Gravando códigos

Existem outras formas de realizar este processo, mas iremos apresentar apenas 3 destas:

– Efetue a gravação normal e direta do microcontrolador no seu Arduino Uno, em seguida, retire-o com cuidado para evitar que seus terminais sejam danificados. Coloque-o em sua placa Standalone já montada, observando atentamente a sua posição de encaixe.

 

– Utilize seu Arduino Uno em modo ISP para gravar diretamente na placa Standalone, crie seu código normalmente, siga todo o processo de ligação abaixo. Após definir seu modelo de placa e sua porta de comunicação na IDE do Arduino, vá ao menu Ferramentas > Gravador e marque a opção: Arduino as ISP. E pronto! É só Clicar no botão Carregar ou utilize as teclas de atalho Ctrl+U. Não se esqueça que para este processo, é necessário retirar o microcontrolador Atmega328 de sua placa Arduino Uno.

 

– Grave seus códigos na placa Standalone através de um Modulo CP2102 USB para TTL. O modelo deste exemplo possui 6 pinos, mas só utilizaremos 5 destes para este processo. Veja abaixo sua ligação com a placa Standalone. Sua configuração é muito simples, após desenvolver seu código na IDE do Arduino, defina seu modelo de placa como Arduino Uno, ajuste sua porta para comunicação, vá ao menu Ferramentas > Gravador e marque a opção: AVISP mklII. E pronto! É só Clicar no botão Carregar ou utilize as teclas de atalho Ctrl+U.

OBS: Para a utilização deste módulo, e para que o mesmo seja reconhecido pelo sistema operacional, é necessário a instalação de um Driver. No Linux, geralmente este driver já vem pré instalado, mas no caso do Windows é necessário efetuar um download na internet, de acordo com a versão do sistema operacional.

 

cp2102-placa-m

 

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *